[ editar artigo]

Correlação de variáveis ​​antropométricas e desempenho nos testes de salto em atletas de karatê de elite.

Correlação de variáveis ​​antropométricas e desempenho nos testes de salto em atletas de karatê de elite.

Tive a grande satisfação de participar de todo o processo e publicar junto a um grupo de colegas e colaboradores esse artigo, e portanto, gostaria de compartilhar com todos da comunidade os resultados obtidos, para que de alguma forma seja útil para a constatação de hipóteses similares e/ou possível ferramenta de consulta para delineamento de estratégias e design de programação em situações similares, e à quem possa de alguma forma interessar.

O esporte de alto rendimento exige a máxima performance em toda a temporada, para que os resultados propostos sejam atingidos. Para isso, é necessário controlar diversas variáveis, como força, velocidade, agilidade, potência, entre outras. Dentre as análises feitas nos atletas, a composição corporal também deve estar presente ao longo do ano. Para avaliar a importância da composição corporal dentro do esporte de alto rendimento, Spigolon et al. (2018) avaliaram a correlação entre o percentual de gordura corporal de 51 atletas de Karatê e a altura do salto vertical dos mesmos. Ao final das avaliações, encontramos uma baixa, porém significante correlação entre o peso corporal e a potência do salto vertical, uma alta correlação inversa entre o percentual de gordura corporal e a potência gerada no salto vertical e uma correlação moderada entre a massa isenta de gordura e a potência gerada no salto vertical. À partir destes dados, entende-se que, a avaliação da composição de gordura corporal, torna-se uma ferramenta importante, tendo em vista que pequenos detalhes podem fazer grande diferença no esporte de alto rendimento. Além disso, podemos entender que os fatores nutricionais possuem interferência direta nos resultados esportivos, seja por influência dentro do treinamento ou da competição.

REFERÊNCIA:

SPIGOLON, Diego et al. The Correlation of Anthropometric Variables and Jump Power Performance in Elite Karate Athletes. Journal of Exercise Physiology online, 2018.

TAGS

core360

CORE 360 PRO
Michael De Paula
Michael De Paula Seguir

Treinador CORE 360°, Pós Graduado em Docência no Ensino, especialista em Avaliação Física Funcional e técnicas de Liberação Miofascial pela Cinética escola do Movimento, Pós Graduando em Treinamento Desportivo (FMU) e Fisiologia do Exercício (UniBF).

Ler matéria completa
Indicados para você