[ editar artigo]

GESTAÇÃO X CORRIDA

GESTAÇÃO X CORRIDA

 

➡️São muitos os mitos que envolvem a gravidez e a corrida, bem como treinos, alguns exercícios como agachamentos, pular corda entre outros...Por medo de que o esporte prejudique sua saúde e a do bebê, muitas mulheres ficam na dúvida outras abandonam os treinos assim que descobrem que vão ser mamães.
➡️Mas o bom que tudo evolui, temos excelentes profissionais pra nos orientar, assim vamos quebrando mais um tabu que sim podemos correr.  Já está comprovado que há uma série de benefícios relacionados à atividade durante a gestação (DESDE  que AUTORIZADA  pelo MÉDICO).
➡️Os benefícios biológicos são:
 ●Menor ganho de peso;
● Redução do risco de desenvolvimento de diabetes gestacional;
●Diminuição de complicações obstétricas;
●Menor risco de parto prematuro;
●Menor duração do trabalho de parto;
●Menor índice de cesárea e melhora da capacidade física;
●Melhora da autoestima e da sensação de bem-estar;
●Diminui o estresse, a ansiedade e o risco de depressão...

➡️ Alguns pontos importantes que devem ser realizados pelas futuras mamães é: diminuir a intensidade e a distância da corridae a quantidade de dias de  treino, assim preservando o bem estar da mamãe e do bebê.

➡️Respeitar os limites do seu corpo em cada fase da gestação é importantíssimo. Dividimos ela em 3 fases:

➡️ 1° Trimestre (da 1° até à 13°semana): É preciso diminuir a intensidade da corrida durante a gestação e procurar um lugar plano e livre de buracos. Evitar correr em clima quente e úmido ou fazer exercícios prolongados e extenuantes, pois isso pode elevar muito sua temperatura e prejudicar o bebê.

➡️ 2° Trimestre (da 14° até à 27°semana): É preciso ficar atenta à frequência cardíaca, evitando que os batimentos fiquem acima de 140 bpm. A hidratação nesta fase é essencial então beba muita água para não desidratar e diminuir o fluxo sanguíneo para o útero e causar contrações.

➡️3° Trimestre (da 28° até 41 semanas): Com a barriga cada vez maior, o centro de gravidade se altera, facilitando o desequilíbrio. Por conta da alteração hormonal as articulações ficam mais frouxas que podem ficar mais suscetível a lesões ou quedas. Outro ponto é que o peso pode sobrecarregar as articulações e você começar a sentir dores nos joelhos, quadril, tornozelos e lombar.  Então melhor recorrer às caminhadas. Outra excelente opção é fazer treinos intervalados caminhada e corrida. 

➡️Ter um bom acompanhamento com profissionais a futura mamãe poderá praticar a atividade até quando se sentir bem ou tiver a liberação do médico.  

TAGS

gestaao

CORE 360 PRO
Elaine Schaferdecker
Elaine Schaferdecker Seguir

Sou Elaine Schaferdecker de Três Lagoas Mato Grosso do Sul formada em Educação Física licenciatura e bacharelado. Ex atleta de Lançamento de dardo, atuo como personal trainer a 7 anos. Certificada em Treinamento funcional pelo CORE 360°

Ler matéria completa
Indicados para você